Pornografia infanto juvenil e invasão à redes de computadores

A tecnologia e os meios de comunicação estão em constante evolução, os usuários
podem se comunicar a longas distâncias, enviar fotos, arquivos e conversar com
diversas pessoas pelo o mundo.

O objetivo da pesquisa é demonstrar que com a evolução da tecnologia também houve
uma evolução dos crimes cibernéticos como: pornografia infanto-juvenil e o roubo de
dados de computadores de usuários e de grandes corporações utilizando os malwares
para estes fins.

Utilizamos a metodologia da descrição utilizando os livros forenses e
sites forenses para explicar cada ponto dos crimes cibernéticos estudados na pesquisa.
Os malwares que são utilizados para invadir os computadores de usuários e de grandes
corporações estão evoluindo também mesmo com a evolução das proteções como
firewalls e dispositivos de detecção e prevenção de intrusões.

As fontes de pesquisas indicam que a tecnologia deve continuar evoluindo e os cibercrimes também devem
acompanhar esta evolução. Os resultados encontrados na pesquisa foram que os crimes
cibernéticos estão sendo estudos e verificados e que é possível de localizar e identificar
os culpados de tais crimes ou até mesmo inocentar quem não cometeu os crimes.

Autor: Marcos Marinho – Perfil de LInkedin: https://www.linkedin.com/in/marcosmasm

Resumo do Currículo

Marcos Marinho é formado nos cursos de Fundamentos de Forense Digital pela AFD, em Computação Forense pela eSecurity, Pós-graduado em Forense Digital pela IPOG e profissional de Segurança da Informação.

Clique aqui para acessar o conteúdo completo

 

 

 

Deixe uma resposta